Notícias

Notícias

read more...

O SHARE (Survey of Health, Ageing and Retirement in Europe) é um projeto multidisciplinar e multi-nacional que disponibiliza dados sobre a saúde, o estatuto sócio-económico e as redes sociais e familiares de mais de 120.000 indivíduos, com 50 anos ou mais (cerca de 297  mil entrevistas) de 27 países europeus (+ Israel).

Os dados estão disponíveis para toda a comunidade científica, de forma gratuita. Para uma perspetiva global do projeto faça, por favor, o download da brochura SHARE (em inglês).

O SHARE veio dar resposta ao apelo da Comissão Europeia para que fosse estudada a possibilidade de se estabelecer, em cooperação com os Estados-Membros, um estudo longitudinal sobre o envelhecimento na Europa. Constitui, atualmente, um dos principais pilares da investigação europeia. Em 2006, foi selecionado como um dos projetos a ser implementados no European Strategy Forum on Research Infrastructures (ESFRI). É também um elemento fundamental da European Research Area (ERA) que promete influenciar a investigação na Europa, na área das Ciências Sociais.

Pela sua importância a nível europeu, o SHARE adquiriu em Março de 2011, um novo estatuto legal constituindo-se como o primeiro European Research Infrastructure Consortium (SHARE-ERIC). Portugal integra este consórcio enquanto membro observador.

Em Portugal, a coordenação científica do projeto cabe ao Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS) da Universidade do Minho (Profª Alice Delerue Matos) e à Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa (Prof. Pedro Pita Barros).

A nível europeu, o SHARE é coordenado pelo  Munich Center for the Economics of Aging (MEA), Max Planck Institute for Social Law and Social Policy (Prof. Axel Börsch - Supan).

O projeto está harmonizado com o U.S. Health and Retirement Study (HRS) e o English Longitudinal Study of Ageing (ELSA), e tornou-se um modelo para várias pesquisas sobre o envelhecimento no mundo.

A importância científica do SHARE reside, nomeadamente, no facto de se tratar de um projeto longitudinal que capta o caráter dinâmico do processo de envelhecimento. A dimensão multidisciplinar fornece uma perspetiva global deste processo enquanto que procedimentos e práticas rigorosos, ao nível da concepção e implementação do projeto, asseguram a harmonização dos resultados.

A primeira e segunda vagas do SHARE ocorreram em 2004 e 2006, respetivamente, tendo sido inquiridos 45.000 cidadãos europeus sobre as respetivas condições de vida. A terceira vaga teve lugar em 2008 e as informações recolhidas incidiram sobre os percursos de vida (SHARELIFE) dos cidadãos da Europa. Portugal e mais três países (Estónia, Hungria e Eslovénia) juntam-se ao consórcio europeu e realizaram a 4ª vaga do SHARE, em 2010-2011. Portugal participou posteriormente na 6ª vaga do projeto (2ª vaga em Portugal) e na 7ª vaga (3ª vaga em Portugal). Prepara, atualmente, a 8ª vaga (4ª vaga em Portugal).


Em Portugal, a 1ª vaga do SHARE (4ª vaga internacional) foi financiada pela Comissão Europeia e pelo Alto Comissariado da Saúde, tendo sido inquirida uma sub-amostra na cidade de Lisboa, com o apoio financeiro da Câmara Municipal de Lisboa e do Instituto de Envelhecimento. A 2ª vaga do SHARE em Portugal (6ª vaga internacional) foi financiada pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) e Fundação Calouste Gulbenkian (FCG). A 3ª e 4ª vagas em Portugal (7ª e 8ª vagas internacionais) obtiveram obtiveram financiamento do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) no quadro do concurso para Projetos de Infraestruturas de Investigação inseridas no Roteiro Nacional de Infraestruturas de Investigação de Interesse Estratégico e pela FCT através de fundos nacionais (PIDDAC), AAC N.º 01/SAICT/2016, Candidatura nº022209 - DATALAB.